ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM

terça-feira, 6 de junho de 2017

Delegado de Coroatá se manifesta e explica nova prisão do empresário Chico do Bena

Delegado Cláudio Mendes.
Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (05), o delegado de Coroatá, Claudio Mendes, deu detalhes sobre a nova prisão do empresário Chico do Bena. De acordo com o delegado, um novo crime foi confirmado e a justiça acatou o pedido de prisão.

“Inicialmente ele foi autuado por esses dois crimes, posse ilegal de arma de fogo e retenção de cartões magnéticos de idosos, como prevê a lei. Como é determinado nesse caso, estipulamos o valor da fiança de 25 salários mínimos, ele pagou e foi liberado. Só que a partir daí o inquérito começou a ser desenvolvido e ouvimos várias pessoas, várias vítimas, entre elas idosos e funcionários públicos. Foi confirmado que o Chico do Bena emprestava dinheiro a juros exorbitantes, onde constatamos além dos dois crimes, o crime de usura, conhecido como agiotagem. Diante desse novo crime, a qual o mesmo negou anteriormente, nós solicitamos a prisão dele novamente”.

Claudio Mendes esclareceu também que não importa se as vítimas que procuraram o empresário, o crime é caracterizado mesmo assim.

“Percebi que muitas pessoas estão falando isso ou aquilo outro, mas a polícia está fazendo o papel dela, como manda a lei, tanto é que a justiça autorizou o mandado de prisão. Eu sei que muitas pessoas foram até ele pedir dinheiro emprestado, mas elas estavam desesperadas e os juros são tão alto que essas vítimas passam necessidades. Ele (Chico do Bena) ficava até mesmo com motos e carros das vítimas, para se ter ideia”, disse o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário